Leia o conteúdo desse blog em teu idioma

domingo, 22 de agosto de 2010

A preocupação com o tamanho do pênis: afinal, tamanho importa?


Muitos pacientes chegam ao meu consultório me questionando se o tamanho de seu órgão genital influencia o sexo, ou o que vale é a qualidade do relacionamento sexual. Essa é uma preocupação comum, que cerca a sexualidade masculina e que pode ocorrer tanto na infância, na adolescência ou até mesmo na fase adulta. Pensemos neste texto juntos a respeito dessa dúvida que abala a confiança e diminui a autoestima masculina: Há relação entre o tamanho do pênis e o orgasmo feminino? Gostaria também de discutir sobre outra questão complementar: se uma das maiores preocupações do homem é o tamanho do pênis, qual a preocupação da mulher na hora do sexo?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, o tamanho do pênis normal no homem brasileiro foi pouco estudado. Acredita-se que qualquer tamanho entre 4 a 18 centímetros (em repouso) e 7 a 27 centímetros (quando ereto) esteja dentro do normal. Na maior parte dos casos a insatisfação não deriva de uma queixa da parceira, mas sim do próprio desejo de possuir um pênis maior, seja por desconhecimento das dimensões normais, seja por comparações errôneas feitas com outros pênis, vistos em revistas e filmes eróticos, ou através de "vantagens" contadas por amigos.

Assim como o tamanho dos seios ou outro aspecto estético da mulher, o homem atual, paralelamente tem desenvolvido uma preocupação quase que obsessiva em relação ao tamanho do pênis. Dessa forma faz comparações infundadas, desenvolve conceitos errôneos que muitas vezes equiparam o pênis a um possível desempenho sexual, no sentido de quanto maior, mais prazer proporciona e totalmente desconsidera que homens que pensam assim são vítimas de uma cultura que reforça o hedonismo e o narcisismo. Somente como dado de referência, pênis grandes eram considerados cômicos na antiguidade. Hoje, aparentemente sinal viril de destaque.

Embora, os conceitos de "pequeno", "médio" ou "grande" variem de pessoa para pessoa, ou seja, o que é grande para um pode ser médio ou pequeno para outro, o sexo masculino frequentemente sente-se vulnerável quando acha que seu pênis é pequeno e não está de acordo com suas expectativas e essa situação afeta diretamente sua autoestima. E o medo de não conseguir "impressionar" uma parceria, consequentemente pode levar alguém ao desespero para planejar alterar sua anatomia. Logo, aumento do pênis é muitas vezes um dos objetivos de homens insatisfeitos com o tamanho do seu órgão genital. Bombas de vácuo, exercícios, aparelhos de estimulação eletromagnética, injeção de gordura no corpo do pênis (com finalidade de aumento do diâmetro) ou uso de retalhos cutâneos das coxas ou nádegas, massagens e aparelhos "esticadores", são anunciados como soluções infalíveis e desprovidas de complicações. Na verdade, têm resultados confusos, não isentos de complicações e não foram muito bem avaliados. Não tem a aceitação dos urologistas e os "milagres" a eles atribuídos não têm comprovação científica. Definitivamente tamanho não conta na hora de dar prazer à mulher. Situação estranha, pois, o prazer feminino não cresce na mesma proporção em que se aumenta o tamanho do órgão genital masculino. Mas a segurança dos homens, aparentemente, sim.

Para diminuir um pouco a ansiedade masculina no que concerne esta questão é bom que o homem entenda um pouco mais sobre a anatomia da mulher com quem provavelmente estabelecerá relações sexuais. A área mais sensível da vagina é a porção mais perto do lado externo do corpo feminino, que possui aproximadamente 10 centímetros de comprimento. Levando-se em consideração que o tamanho médio do pênis está acima deste comprimento, a maioria dos pênis são longos o suficiente para o estímulo sexual. Portanto, a grande maioria dos pênis, adapta-se a quase todas as vaginas. Rara é a mulher cuja falta de prazer possa ser atribuída ao tamanho do pênis do parceiro.

Mas, o que o homem parece desconsiderar é que o tamanho do pênis também pode influenciar negativamente na hora da relação. Esta é uma dificuldade enfrentada quando o homem possui um pênis comprido e o sexo se tornará um incômodo para a mulher. Esta situação ocorre por várias razões. Primeiramente é possível que o pênis demore mais tempo para ficar ereto e muitas vezes não fica com aquela rigidez esperada. Na hora do ato, por ser muito grande, ele pode esfregar ou acertar o colo do útero, e causar desconforto e dor, chegando muitas vezes a machucar a mulher. Logo, se uma das maiores preocupações do homem é o tamanho do pênis, uma das maiores preocupações da mulher também pode ser o tamanho do pênis, sobretudo, quando as parceiras mais se machucam do que sentem prazer ao se entregarem para o homem na relação sexual. Outra preocupação paralela é a de não estar satisfazendo os desejos do parceiro e sendo assim, os dela também, até porque o sexo é para satisfazer o casal e se não é bom pra um dos componentes, provavelmente não será bom para ninguém. Outra questão que muitos homens parecem desconhecer é que a maioria das mulheres relata uma preocupação ainda maior do que a anatomia do órgão genital de seus parceiros: o dia seguinte. Quer dizer, preocupam-se com o comportamento dele no dia seguinte: se ele fingirá que não conhece a pessoa para a qual fez juras românticas na noite anterior, e se, quando estiver com os amigos, contar tudo o que fez, e até o que não fez. Então, para elas, o tamanho talvez seja o que menos importa. Pior que sair com um homem de pênis pequeno, é sair com homem sem caráter. Mulheres geralmente não reclamam de tamanho de pênis. Mulher reclama de infidelidade, de indiferença, de falta de carinho e de atenção, do egoísmo e preocupação do parceiro em satisfazer a si próprio.

Principalmente a juventude está mais suscetível a ser influenciada por este dilema, daí a importância de que pais, educadores e profissionais da saúde devam orientá-los no desenvolvimento de uma sexualidade ética, segura e acima de tudo que estimule o poder pessoal e prazer de ambos os parceiros. E a psicoterapia será um dos mecanismos que o homem pode acorrer toda a vez em que ele precisar redescobrir que a atração e a harmonia entre o casal é capaz de dar conta, quando o tamanho do pênis é desproporcional a sua expectativa. Então, o prazer feminino independe do tamanho do pênis, mas sim de um conjunto de fatores que cerca o ato sexual: emoção, amor, clima erótico, desejo e apetite sexual, grau de excitação e "habilidade" do parceiro. O homem costuma ser obcecado pela penetração, enquanto que a mulher é mais centrada nas preliminares. Bons momentos preliminares utilizando de artifícios que promovam a intimidade do casal podem ser também grandes aliados se a maior preocupação for o prazer da parceira.

5 comentários:

  1. Oxa, tenho um filho de treze anos, e acho que esse texto vai ajuda-lo a entender seu orgão genital....

    abraços thiago...

    ResponderExcluir
  2. ahanm ... fico bastante inseguro quanto ao tamanho de penis, por ter amigos bastante avantagiados ... sempre tive vergonha do tamanho do meu ... mas depois que comecei a praticar e ler sobre observei que estou dentro da normalidade, antes disso até procurei ajuda medica ... nao adiantou nada ... mas hj tenho a minha namorada ... e acredito satisfazer ela ... pelo menos namoramos a um tempo ja e ela nunca se queichou de nada. :)
    tamanho nao é documento ... mas abilidades faz a diferença ... perca o medo coloque um pouco de auto estima ... e boa sorte :)

    ResponderExcluir
  3. dou tor o fato de ser gordinho melhora ou piora suas chances com uma pessoa

    ResponderExcluir
  4. piora, pq vc é gordinho, e isso não pode ser bom e tr nenhuma vantagem.

    ResponderExcluir
  5. BOA GOSTEI MUITO DE SABER MAIS SOBRE O ASSUNTO !!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Colabore e comente o que achou sobre o texto que você leu. Ao Amor... Sempre!!

Labels