Leia o conteúdo desse blog em teu idioma

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Veja as características de sentimentos que vão te ajudar a decifrar se você tem química com o seu parceiro. CONFIRA!

Para o relacionamento dar certo, ter química é fundamental. De forma prática, poderíamos descrever esse sentimento como "um conjunto de qualidades e características variadas que existe no outro e que passamos a admirar", segundo especialistas em relacionamento....
"Ter química com alguém é quando acontece uma atração imediata. Notamos isso ao sentirmos em nosso corpo algumas reações, como o coração batendo mais rápido, o gosto do beijo agradável, além de considerarmos a companhia do outro a melhor coisa do mundo", diz Letícia Guedes, psicóloga
O amor, diz a ciência, nada mais é do que uma cadeia de reações químicas que acontecem no cérebro. A ocitocina é um dos hormônios responsáveis para que os casais criem vínculos e estabeleçam uniões duradouras. Trocando em miúdos, é a oxitocina que faz com que nos fixemos unicamente no parceiro. Sem falar de outros hormônios como a dopamina, que produz motivação, e a norepinefrina, que produz alegria.
Para Thiago de Almeida, psicólogo, pesquisador e professor universitário que se especializou em dificuldades dos relacionamentos amorosos, nem sempre acontece uma atração imediata. Isso porque, segundo ele, algumas pessoas percebem que têm essa "química" apenas com o passar do tempo, a convivência e os momentos de maior intimidade, quando podem se conhecer melhor.
"A química ocorre quando um se sente bem ao lado do outro, há compreensão entre elas, a conversa flui de forma agradável, o humor é presente na relação e um sente falta de estar ao lado do outro", explica Thiago, autor dos livros "Relacionamentos amorosos: o antes, o durante e o depois" e "Ciúme e suas consequências para os relacionamentos amorosos".
Uma boa química, analisa a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello, autora do livro "Sexualmente ? Nós queremos discutir a relação", muda a dinâmica da relação. Além disso, torna as coisas mais intensas e perigosas, o que nem todo mundo considera exatamente uma maravilha. Mas ela faz uma ressalva: uma boa química não é garantia de amor eterno, mas, sim, de um ótimo começo e de uma ferramenta a mais para a manutenção de um relacionamento estável.

Text
"in clinic"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Colabore e comente o que achou sobre o texto que você leu. Ao Amor... Sempre!!

Labels