Leia o conteúdo desse blog em teu idioma

terça-feira, 29 de abril de 2014

Selfie #aftersex: o que você acha de fotos íntimas nas redes após o sexo?


Selfie #aftersex: o que você acha de fotos íntimas nas redes após o sexo? - 1 (© Foto: Montagem Reprodução Instagram)
Próxima
Anterior
Foto: Montagem Reprodução Instagram
Anterior1 de 10Próxima
DA REDAÇÃO
O "selfie" já é moda há tempos. Todo mundo faz ­e até o presidente americano Barack Obama entrou na brincadeira. A palavra é um neologismo criado a partir da expressão "self-portrait", ou seja, "autorretrato". E ela nada mais é do que essa foto tradicional que tiramos quase diariamente de nós mesmos. E quer saber qual a capital no Brasil que mais faz selfie? Segundo um estudo publicado pelo site "Selfiecity", apoiado pela Universidade de Nova York, paulistanos são os que mais fazem "selfie" e as garotas são maioria, fazem 65,4% dos posts.
A pesquisa mostrou ainda que a idade média dos homens que fazem "selfie" em São Paulo é de 25 anos, enquanto as mulheres ficam na faixa de 22 anos. O site analisou 3,2 mil autorretratos publicados no Instagram e analisou o comportamento de usuários das cidades de São Paulo, Moscou, Berlim, Nova York e Bangcoc. Em Moscou, elas fazem 82% dos autorretratos. Já em Bangkok, na Tailândia, as mulheres representam 55%.
Mas o que surgiu nas últimas semanas vai além do tradicional 'selfie" e promete ser uma nova forma de exposição na internet: o "afterselfiesex" ou o "selfie aftersex", na qual a ideia é o casal postar uma foto se abraçando ou sorrindo após a relação sexual. Em geral, os autorretratos publicados nas redes não trazem nudez explícita. O assunto, naturalmente, provocou polêmica e também muita piada. No Facebook, há pelo menos três comunidades com o nome de "After Sex Selfies". Numa delas já há mais de 574 mil pessoas de todo o mundo participando.
No universo dos famosos, poucos deles aderiram ao "selfie aftersex". A cantora Demi Lovato é uma das que já aderiu à nova moda. Por sua vez, a ex-BBB Michelly Crisfepe é outra que publicou no seu Instagram uma foto íntima com o namorado, imagem tirada supostamente após a relação sexual. Você considera sexy ou over compartilhar uma foto íntima nas redes sociais?
A psicóloga clínica Triana Portal entende que esse "selfie" após o sexo depende do casal, ou seja, se ambos estiverem de acordo com a publicação e apreciarem esse tipo de exposição, não terão maiores problemas. "Quando exibimos nossa vida conjugal na rede ficamos vulneráveis a perigos subjetivos que podem ser bastante nocivos. Se um dos parceiros não gosta de aparecer, não sabe que a imagem foi compartilhada ou mesmo se a imagem foi compartilhada a contragosto (coisa que acontece muito), nesses casos, isso pode ser motivo para brigas, mal-estar e até rompimento", opina Triana.
Thiago de Almeida, psicólogo especialista em relacionamentos amorosos, entende que essa nova forma de exposição virtual é mais um modismo dos jovens nas redes sociais. "Quando o casal está bem num relacionamento, tudo ao redor também irradia felicidade, harmonia e eles querem compartilhar esse momento com as pessoas e os amigos. E as redes sociais propiciam esse prazer a essas pessoas. Além disso, alguns também gostam de se exibir, e nada mais natural para eles do que utilizar as redes sociais para isso. Mas chegou um momento em que a exibição já não comportava só o dia a dia, o cotidiano, e aí surgiu o modismo da exposição da intimidade nas redes sociais", afirma o psicólogo.
Por isso, ressalta o especialista, é que as relações podem acabar a qualquer momento e essa exposição da intimidade pode gerar conflito, brigas e acusações mútuas entre os parceiros. "Assim, poderá surgir o momento onde um quer continuar com a exposição e outro quer apagar das redes. Muitas vezes isso pode ultrapassar os limites do que pode ser mostrado ao público e as pessoas se machucarem", adverte Thiago de Almeida, autor do livro "Relacionamentos amorosos: o antes, o durante e o depois".
Na opinião do psicoterapeuta e psicanalista especialista em relacionamentos e em mudança de hábitos, Sergio Savian, tudo que você expõe na rede pode se propagar de forma irreversível. "Os relacionamentos costumam ter um prazo de validade e pode ser que, no calor da paixão, você divulgue sua intimidade e mais tarde se arrependa. Mas aí já é tarde. Você não consegue voltar atrás. E, por isso, terá problemas", pondera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Colabore e comente o que achou sobre o texto que você leu. Ao Amor... Sempre!!

Labels