Leia o conteúdo desse blog em teu idioma

sábado, 4 de maio de 2013

Já é hora de dizer SIM?


Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

0 comentário(s)

Arquivo Pessoal
Véu, grinalda, vestido branco, festão, lua de mel e uma nova vida. Tem gente que passa anos sonhando com o casamento. Alguns casais não esperam tanto tempo assim e não é porque têm filho na parada não. É o caso de Viviane Alves, 19 anos, de Diadema. Há 17 dias ela disse ‘sim' ao noivo Felipe Menezes, 22, com quem namorou quatro anos e ficou noiva por um.
No começo queríamos só morar juntos, mas minha mãe fez questão da festa e, no fim das contas, achei que valeu a pena. Fiquei muito emocionada quando o vi me esperando", conta a garota. Apesar de estar curtindo a nova rotina, ficou meio insegura com a ideia de sair de casa. "A gente fica achando que não vai conseguir dar conta do novo lar, do marido. Na verdade, só o tempo vai dizer", acredita.
Depois de pensar e até discutir o assunto com o noivo, ela aceitou o pedido. "Minha mãe casou com 17 anos e não deu certo, mas não é regra. Acho que não há idade ideal. É preciso gostar muito da pessoa e se esforçar ao máximo para fazê-la feliz. Eu sabia que o Felipe seria meu marido", diz Viviane, que pretende fazer faculdade e ser mãe só daqui sete anos. "Temos muitos planos e quero aproveitar a liberdade de poder fazer o que sentimos vontade."
O marido também está feliz com a escolha. "Já estávamos juntos há bastante tempo e queria viver com ela. Então, achei que estava na hora de darmos um passo importante na relação e o casamento foi a melhor opção. Nossas famílias e amigos apoiaram a decisão."
Arquivo Pessoal
PRECISA PENSAR BEM
Para o psicólogo Thiago de Almeida, especialista em dificuldades de relacionamento, não há idade certa para o amor, mas no casamento a experiência e maturidade contam muito. "Namoro é uma coisa, casamento é outra. O problema é que é difícil descobrir se o relacionamento é só fogo de palha ou se os dois vão crescer, aprender juntos e serem felizes."
O psicólogo acredita ainda que instabilidade financeira, comum na adolescência e juventude, pode atrapalhar o casal. "Quem casa quer casa, por isso, é extremamente importante pensar nas contas e se os dois vão conseguir manter a nova vida."
E você? O que acha do assunto? Opine!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Colabore e comente o que achou sobre o texto que você leu. Ao Amor... Sempre!!

Labels