Leia o conteúdo desse blog em teu idioma

domingo, 5 de maio de 2013

Conheça e evite os principais erros cometidos nos relacionamentos modernos






Conheça e evite os principais erros cometidos nos relacionamentos modernosDa REDAÇÃO
Uma relação é sempre uma CPI: um inquirindo o outro sobre gostos, dúvidas, anseios e receios. Tudo, claro, feito no sentido de fazer dar certo o relacionamento. Mas no que as relações atuais diferem das de dez anos atrás? Quais os principais erros hoje em dia?
Para o psicólogo Thiago de Almeida, o maior especialista em relacionamentos amorosos do Brasil segundo o American Biographical Institute (ABI), as mudanças que vêm acontecendo na vida privada, sobretudo na família e nas relações sociais de gênero com a emergência de novos modelos de sexualidade, de parentalidade e de concepção de amor contribuíram decisivamente para a reconfiguração dos papéis das mulheres e dos homens na sociedade.
"Com a aceleração do tempo e a derrubada das fronteiras geográficas e psicossociais, as relações passaram a ser mais fluídas, breves, instantâneas, diversificadas e instáveis. No entanto, mesmo com tantos relacionamentos sem compromissos, muitas pessoas prezam pelo namoro e romantismo", comenta Thiago, autor de vários livros como "A arte da Paquera - Inspirações à realização afetiva", "Sexualidade, cinema e deficiência" e "Ciúme e suas consequências para os relacionamentos amorosos".
Na avaliação do psicólogo, um relacionamento é uma via de mão dupla e nasce de uma troca consciente e madura. "Ninguém aguenta só dar ou só receber. Não dá para ser feliz ao lado de alguém que não retribui o amor que recebe. Chega uma hora em que a pessoa que dá além do que consegue para tentar suprir a demanda do outro começa a cobrar um mínimo de receptividade. E essa cobrança sempre vem carregada de frustração", adverte Thiago.
Na opinião do consultor em relacionamentos amorosos, Alexander Voger, um dos principais erros dos relacionamentos atuais é 'ser presente demais'. "É preciso dar para a outra pessoa o prazer da sua ausência e esse prazer tem nome: saudade. Se a outra pessoa não sentir sua falta, não saberá de fato qual a sua real importância", adverte Alexander, um dos autores do livro “Sedução Revelada”, escrito em parceria com o também consultor de sedução e sócio da Seduction Life, Ares Bruno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Colabore e comente o que achou sobre o texto que você leu. Ao Amor... Sempre!!

Labels