Leia o conteúdo desse blog em teu idioma

sábado, 25 de junho de 2011

Ache a sua metade sem sair de casa

Pela rede é possível evitar alguns desgastes do início de relacionamento.
04/06/2011 - 18h37 - Atualizado em 04/06/2011 - 18h37

A Gazeta

O cupido, para eles, foi o ICQ. Numa tarde de domingo, no ano de 1998, a Rafaela fez uma busca no ICQ (um dos primeiros comunicadores instantâneos da internet) por pessoas da sua cidade, Colatina; nascidas no mesmo ano, 1982; e que estivessem online naquele momento.
Para sua surpresa apareceu o Raphael, que além da coincidência do nome também teria nascido no mesmo dia que ela - uma confusão de datas provocada pelo programa que só foi desfeita anos depois. Esse foi o primeiro passo para uma amizade que durou quatro anos até que se tornasse namoro e, depois, casamento. As coincidências na vida deles não pararam por aí: amigos em comum, pais e mães que se conheciam e o curso escolhido na faculdade acabaram unindo ainda mais o casal. "A gente nunca namorou pela internet, mas foi graças a ela que nos conhecemos", diz Raphaela. Hoje, 11 anos depois, os dois publicitários têm, juntos, um empresa de comunicação, um restaurante e uma história mum e cheia de paixão.
Priscilla Thompson
ppessini@redegazeta.com.br

Já foi o tempo em que o início de uma relação dependia de "olho no olho". Opção para os mais tímidos, para os que não gostam de sair, para os que procuram um novo relacionamento ou mesmo para quem está cansado de esperar a metade da laranja aparecer na próxima esquina, a internet é, cada vez mais, a pedida certa para quem não quer sair beijando sapos por aí até, finalmente, encontrar o príncipe encantado. Se você não quer passar mais um Dia dos Namorados só, que tal investir nos cliques?

Não é a toa que, no ano passado, uma pesquisa do Serviço Mundial da BBC identificou que 30% dos internautas de 19 países veem a internet como um bom lugar para encontrar um companheiro. Afinal, nunca tivemos tantos "amigos" como na rede e nunca estivemos tão "perto" um dos outros.

Vantagens

Duas das principais vantagens do namoro virtual, aponta o psicólogo especialista em relacionamento amoroso, Thiago de Almeida, são a facilidade de poder dispensar quem não interessa sem medo de ofender o outro e o acesso imediato a informações valiosas sobre o pretendente.

"Isso evita o excesso de expectativas gerado nos tradicionais encontros, que é o que faz muita gente desistir de sair em busca de um parceiro", explica. Uma pesquisa rápida pelo Facebook ou pelo Orkut, por exemplo, pode revelar o estado civil, os gostos musicais e outros detalhes da pessoa, que acabam se tornando o primeiro passo para uma relação.

Para fazer dar certo, o diretor geral no Brasil do site de relacionamentos eHarmony, Stanlei Bellan, diz que saber apresentar-se por meio de um perfil é fundamental.

5 dicas para se dar bem

1 - Saber o que quer
É muito importante saber o que se quer antes de procurar um relacionamento na internet: se é um relacionamento sério, um encontro casual ou apenas conhecer novas pessoas. Há serviços disponíveis para cada tipo de relacionamento. Se a ideia é apenas saber mais sobre alguém que você conheceu, procure por ela no Facebook e no Orkut. Mas, se o objetivo é encontrar um namorado que se encaixe no seu perfil, corra para os sites de relacionamento amoroso

2 - Falar a verdade
Ser honesto é fundamental, e funciona. Não mentir sobre as informações aumenta as chances do relacionamento continuar na vida real. Pode parecer tentador dar uma "enganadinha", mas se o objetivo é que o relaciomento saia da rede para o mundo real, não vai adiantar muito

3 - Investir no autoconhecimento
Não adianta querer alguém feliz, satisfeito com a vida e bem sucedido ao seu lado, se você não vê essas qualidades em você mesmo. É preciso fazer uma autoavaliação primeiro, decidir se você quer mudar ou apenas partir para um relacionamento com alguém que combine com você

4 - Caprichar no perfil
O perfil de qualquer site deve mostra quem é você. Se você não sabe o que preencher em uma pergunta, pule para a próxima. Qualquer outra resposta será melhor do que uma resposta de uma palavra só. Uma boa foto, verdadeira e que valoriza a pessoa, aumenta em até nove vezes a chance de o perfil ser visitado

5 - Nada de internetês
Não é só porque você está usando a internet que tem que escrever abreviado ou cheio de gírias. Muitas pessoas passam batido em perfis com erros de ortografia, gramática e textos com muitas gírias

Acesso a sites de namoro cresce 500% no mundo

Nos últimos 10 anos, o número de pessoas que acessam sites de namoro cresceu 500% no mundo, segundo uma pesquisa do eHarmony, conduzida pela Oxford Internet Institute, da Grã-Bretanha. No Brasil, também de acordo com a pesquisa, 83% dos usuários afirmaram já terem se encontrado com pessoas que conheceram pela internet. Os brasileiros, aliás, estão entre os maiores usuários de redes sociais do mundo. Só perdem para os norte-americanos e os russos.

Ir com calma é importante para evitar os mentirosos

Assim como em qualquer encontro, nem sempre um relacionamento iniciado pela internet - mesmo com a ajuda de sites que prometem compatibilidade total - é garantia de sucesso garantido. O psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamentos, alerta para o risco de frustrações provocadas pela busca do amor perfeito.

"Como as redes ampliam o número de contatos, a pessoa certamente vai ter que procurar muito antes de achar alguém que realmente a interesse", diz. Para manter a segurança e não se expor antes do tempo, ele orienta a não dar detalhes da vida pessoal até que a conversa "engate".

E para se resguardar dos "espertinhos", que mentem sobre possuir filhos, esposa e outros compromissos, a dica é pedir sempre o telefone de casa ou do trabalho. "Se a ideia é levar o relacionamento adiante, é melhor procurar saber o nível de confiabilidade da pessoa antes de se entregar à relação", orienta.

E vale lembrar que relacionamento que não sai da internet não vira relacionamento. A rede deve ser vista apenas como o começo. "Nada substitui o contato físico, a proximidade e o dia a dia".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Colabore e comente o que achou sobre o texto que você leu. Ao Amor... Sempre!!

Labels